Juíza de Aparecida proíbe missas e viola direitos da Igreja Católica

0

A Juíza Luciene Belan Ferreira Allemand, da Comarca de Guaratinguetá, a pedido do Ministério Público, deferiu medida liminar para proibir a realização de missas no Santuário Nacional Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida, São Paulo.  A argumentação para o pedido do Ministério Público e para a decisão da juíza foi o risco de propagação do coronavirus, em razão grande aglomeração de pessoas. O Santuário Nacional recorreu através de Agravo de Instrumento, mas foi negado o efeito suspensivo. A integra do processo esta aqui.

Categories: Artigos

admin

Faça um comentário

%d blogueiros gostam disto: