Ministério Público-RJ concorda com retirada das ofensas aos cristãos pelo Porta dos Fundos

0

EXMA. SRA. DRA. JUÍZA DE DIREITO DA 16ª VARA CÍVEL DA COMARCA DA CAPITAL

Processo nº 0332259-06.2019.8.19.0001

Autor: ASSOCIAÇÃO CENTRO DOM BOSCO DE FÉ E CULTURA

Réu: PORTA DOS FUNDOS PRODUTORA E DISTRIBUIDORA AUDIOVISUAL S/A

Réu: NETFLIX ENTRETENIMENTO BRASIL LTDA

O MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, pela Promotora de Justiça infra-assinada, atendido requerimento ministerial, vem, em atenção ao despacho de fl. 165, manifestar-se nos termos abaixo.

Trata-se de ação coletiva, que tem como causa de pedir alegado vilipêndio à tutela da honra e da dignidade de católicos, em razão dos réus produzirem e exibirem o “Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo”, em que “Jesus é retratado como um homossexual pueril, Maria como uma adúltera desbocada e José como um idiota traído”, partindo de uma compreensão equivocada do que seja liberdade de manifestação do pensamento e de criação artística. O pleito autoral é fundamentado nos arts. 1º, III, 5º, VI, X e 221, IV, todos da Constituição Federal; o art. 1º, IV e VII da Lei 7347/85, art. 422 do Código Civil e art. 5º da LINDB.

Clique aqui e leia mais.

Categories: Notícias

admin

Faça um comentário

%d blogueiros gostam disto: